Add carla's testimonial

parent e4ad6241
Pipeline #17329773 passed with stages
in 1 minute and 7 seconds
......@@ -36,9 +36,7 @@ Achei incrível a quantidade de pessoas que se reuniram no palco para assistir,
![Cadeiras Palco Coders](/img/cadeiraspalcocoderscpbr11.jpg)
***Acredite em mim, essas cadeiras estavam lotadas e tinha gente de pé atrás***
Adorei o quão participativo o pessoal foi, era visível a diferença no rosto das pessoas de acordo com o que iam se identificando com o que era apresentado, as perguntas feitas no final da palestra foram incríveis (e eu estava morrendo de medo do pessoal ficar em silêncio), e o pessoal ter vindo para junto do palco quando encerrou o tempo foi a realização de um sonho (verdade, tinha comentado disso com o fike umas horas antes depois da apresentação que ele fez no espaço DevOps - DevOps Anti-Patterns, se ainda não viu, indico procurar)... Isso sem falar que todos os dias do evento ao menos uma pessoa vinha conversar comigo sobre a palestra, como se identificou, que achava que estava sozinho nessa, com perguntas sobre algumas coisas, enfim.
Pra mim isso só demonstrou o quanto o público de eventos de tecnologia ([mesmo com pessoas discordando sobre a CPBR ainda ser de tecnologia](https://www.linkedin.com/pulse/n%C3%B3s-perdemos-campus-party-s%C3%A3o-paulo-camila-fernandez-achutti/)) está carente de palestras "não técnicas", sobre tipos de problemas/situações/afins que passamos no nosso dia-a-dia e formas de lidar com isso. E os organizadores de eventos tem a oportunidade de alavancar mais palestras assim em seus eventos, como? Deixando claro que há oportunidades para palestras assim, chamando keynotes com palestras assim, enfim... Fazendo com que as pessoas se sintam mais à vontade para este tipo de palestra e que vejam que não é só de assuntos técnicos que eventos de tecnologia são feitos...
Adorei o quão participativo o pessoal foi, era visível a diferença no rosto das pessoas de acordo com o que iam se identificando com o que era apresentado, as perguntas feitas no final da palestra foram incríveis (e eu estava morrendo de medo do pessoal ficar em silêncio), e o pessoal ter vindo para junto do palco quando encerrou o tempo foi a realização de um sonho (verdade, tinha comentado disso com o fike umas horas antes, depois da apresentação que ele fez no espaço DevOps - DevOps Anti-Patterns, se ainda não viu, indico procurar)... Isso sem falar que todos os dias do evento ao menos uma pessoa vinha conversar comigo sobre a palestra, como se identificou, que achava que estava sozinho nessa, com perguntas sobre algumas coisas, enfim.
Aqui vão alguns testemunhos de pessoas que assistiram a palestra (vou atualizando de acordo com o que eu for recebendo):
......@@ -49,6 +47,12 @@ Estou trabalhando atualmente fora da cidade onde nasci, e sempre fico me pergunt
E a palestra me ajudou a ver que eu estou consumindo minha saúde mental e física diariamente com essas dúvidas, que na verdade são infundadas.
Ainda acho que estou com quem trabalho se encaixa na síndrome. Muitos colegas meus sofrem um pouco dos sintomas.
* [Carla Vieira](https://twitter.com/carlaprvieira)
> Tive o prazer de assistir essa palestra e muito obrigada novamente por terem trazido esse tema, espero que mais palestras não-técnicas apareçam na próxima campus. Esquecemos como nosso desenvolvimento pessoal é tão importante, como nossa saúde mental importa!
Pra mim isso só demonstrou o quanto o público de eventos de tecnologia ([mesmo com pessoas discordando sobre a CPBR ainda ser de tecnologia](https://www.linkedin.com/pulse/n%C3%B3s-perdemos-campus-party-s%C3%A3o-paulo-camila-fernandez-achutti/)) está carente de palestras "não técnicas", sobre tipos de problemas/situações/afins que passamos no nosso dia-a-dia e formas de lidar com isso. E os organizadores de eventos tem a oportunidade de alavancar mais palestras assim em seus eventos, como? Deixando claro que há oportunidades para palestras assim, chamando keynotes com palestras assim, enfim... Fazendo com que as pessoas se sintam mais à vontade para este tipo de palestra e que vejam que não é só de assuntos técnicos que eventos de tecnologia são feitos...
Quer um bom exemplo de prática? O pessoal que organiza o DevOpsDays Brasília divide a grade segundo o [CAMS](http://devopsdictionary.com/wiki/CAMS), basta ver na página da [programação do evento](http://devopsdays.bsb.br/about/programa/) para ver que há abertura (inclusive com slots reservados) para palestras sobre a parte cultural de DevOps e troca de experiências... Se adicionarem [ICE](http://radar.oreilly.com/2015/01/devops-keeps-it-cool-with-ice.html), ou melhor ainda, seguirem os [Three ways](https://itrevolution.com/the-three-ways-principles-underpinning-devops/) eu diria que fica ideal.
# Mais alguma coisa a dizer?
......
Markdown is supported
0% or
You are about to add 0 people to the discussion. Proceed with caution.
Finish editing this message first!
Please register or to comment